domingo, 6 de outubro de 2013

APERFEIÇOAR A ESSÊNCIA DO QUE SOMOS

Considerando que estamos em constante movimento, os nossos estados de alma, alteram-se várias vezes ao dia, seja com uma alegria seja com um aborrecimento. Ora, o que interessa aqui, é alteração do estado para estado de aborrecimento. Sabemos que várias pessoas têm só por finalidade esse tipo de atitude diária perante os outros. Tentam levar as pessoas a cometer erros, ou até injustiças, com os próprios ou com terceiros intervenientes. Como sabemos, as pessoas com essas características são pessoas vazias, ocas, inoportunas e não menos inócuas. Fazem-no premeditadamente e intencionalmente, mas são necessárias à nossa mudança e ao nosso crescimento. Só temos que agradecer por fazerem parte das nossas vidas. Podemos considerá-las inócuas, se quisermos. Pois só podem fazer mal a elas próprias. São ignorantes. Não sabem ainda, que a lei da vida as vai ensinar, mais cedo ou mais tarde, através do verdadeiro caminho. O caminho da paz interior, do equilíbrio, da generosidade, do perdão, da gratidão. Vivem o presente nas amarras do passado. Não se conhecem, lamentavelmente. São pessoas mal resolvidas. Ainda não conseguem ver para além da dor e do sofrimento, nem estão interessadas! Pois se pensam que têm razão!! Para quê mudar?  Mudem vocês!!
A mesquinhez é tão grande que pensam que são o centro do universo. Coitadas, como estão tão enganadas.
É como se tivéssemos um espelho à nossa frente. Tudo o que esse espelho reflete é tudo aquilo que transparecemos. Se estás bem, só podes transparecer e transmitir o bem. Para isso tens que estar atenta aos teus pensamentos, e não dar a tua força a quem te quer menos bem. Dá-lhe a oportunidade de aprender com o teu exemplo, sempre fundamentado na verdade divina.
Não deites tudo a perder. Essa paz que com tanto esforço e disciplina, te custou a arrecadar. Não deites tudo a perder... por estranho que te tentem deitar a baixo. Recorda, são pedras no teu caminho que podes perfeitamente desviar e seguir em frente. Amanhã, é um novo dia. Quem sabe, não vão necessitar da tua ajuda! E, tranquilamente ajudarás, sem qualquer tipo de desdém. Porque sabes que te estás a ajudar a ti próprio.
Tranquilidade, sempre.
Desculpa, perdoa-me, obrigada, amo-te, pois em algum momento nas nossas vidas, contribuímos para que tais situações acontecessem. Temos que limpar.
"Cada dia que passa estou melhor, em todos os aspetos da minha vida