quarta-feira, 11 de setembro de 2013

ALERTAS PARA A VIDA

Quando menos esperamos, recebemos mensagens de pessoas que à partida não nos dizem nada. Refiro-me a comunicações, informações, chamadas de atenção, observações, criticas, entre outras, que perante determinado contexto, sem razão aparente, nos fazem refletir. E ainda bem. Pois temos que estar atentos aos sinais. E são muitos.
Por vezes, quando andamos demasiado ocupados e absorvidos pelos trabalho, não damos a oportunidade aos outros e a nós mesmos de nos conhecermos. Que pena! Temos tanto a ganhar!...
Como é bom partilhar!
A causa dos acontecimentos atuais, é reflexo da consequências dos nossos atos passados, mal resolvidos. E, aqui estamos nós, porque fomos nós que atraímos, todas as condições para se sejam resgatados e resolvidas as situações que ficaram pendentes no passado,  pelo menos é assim que eu penso. Dá-me algum conforto pensar assim, uma vez que nem todas as questões têm resposta que satisfaçam as nossas dúvidas. Por mais que os nossos familiares e amigos sintam muito amor por nós, "nada" podem fazer perante determinadas ocorrências que só cada um de nós, individualmente, vai ter que passar, resolver e ultrapassar. Claro que a principal etapa é o sofrimento até nos aceitarmos tal como somos. Sei que leva algum tempo até aceitar esta realidade. Entretanto, debatemo-nos em conflitos existenciais, numa procura imensa de sermos compreendidos. Mas só nós podemos e temos o compromisso de passar por tais agruras. Mas com toda a certeza saímos mais fortes e confiantes dessa "aventura interior". A fé aumenta, o amor aumenta, o perdão aumenta e a paz interior que se sente é inexplicável. Eu sei. Eu confio. Eu sou capaz.Claro que estamos cá para oferecer todo o apoio que só aquele que o procura, sabe o quão precioso ele é.
Fiquem bem. Tudo de bom.