quinta-feira, 12 de setembro de 2013

DESABAFO AMIGO

Nunca te envergonhes da pessoa que és. Daquilo que escreves, sobre temas banais, ridículos, tal como as cartas de amor, que também são ridículas, já dizia o poeta. Escreve, entretanto, solta a tua alma no universo abençoado e prazeroso do amor. Sê tu mesmo. Não ligues se não pensam como tu! Que importa! Liberta-te das amarras, da dúvida, do preconceito. É isso que pretendes fazer? Faz!! Estás a magoar ou a ofender alguém? Não? Então continua. Foi essa a tua opção, o caminho que escolheste. Vai em frente.
Tu és um ser maravilhoso.
Sabes porquê? Porque tudo passa e não ficas refem do que não fizeste. És livre. És um priviligiado.
Não queiras ser o que não és. Desculpa, e passa à frente. As observações vazias não ocupam espaço. E tu és lindo. 
Olha para ti. Existe uma enorme benção ao teu redor, que tu crês e aceitas sem pestanejar.
Sabes, às vezes precisamos de estar sozinhos para entender essa verdade, que é um desafio e que questiona os nossos valores pessoais. Mas, na simplicidade da abertura entre pensamentos, a visão é clara e límpida. Não existem dúvidas.
Diz o que pensas, mas observa como o dizes. Sentes-te zangado. Espera. A oportunidade vai aparecer e quando demonstrares o que te fez magoar, vais reparar que a força contida nessa emoção, já não é a mesma. Ficou mais fraca. Se calhar, até já não faz sentido a resposta que pensavas dar. É isso, passa adiante. O teu interior está imensamente feliz. Tu conseguiste, uma vez mais! Parabéns. És lindo.
A insistência na repetição de pensamentos pró-ativos, a disciplina com que te esmeras nessa aprendizagem, faz-te sentir bem. Diz lá!? Não te sentes orgulhoso de ti? A repetição leva ao hábito. Insiste. Tu consegues.
Naturalmente, os problemas, as situações desagradáveis, vão continuar a existir, mas a forma como enfrentamos esses desafios, fazem toda a diferença. " Até parece fácil".
Amanhã, novos desafios irão aparecer, mas já estarás mais forte para os resolver. Afinal é uma questão de tempo. E o tempo é nosso amigo, em todas as circunstâncias da vida. Podes acreditar. 
Gostei muito de "falar contigo". Continua bem.
Fiquem bem. De coração.