segunda-feira, 2 de setembro de 2013

CARMA - Causa e efeito


O que se pode entender por carma?
De uma forma simples podemos dizer que o carma pode ser entendido como resultado mais ou menos directo dos actos que praticamos, ou nos quais estivemos envolvidos no passado, que precisam ser resgatados. São créditos e débitos que constam da nossa conta pessoal em termos de registo mental. É sinónimo de causa e efeito. É claro que ninguém se recorda dos atos e ações que são a consequência  na atualidade, tais como os conflitos familiares, as desilusões os desamores os desgostos, isto é, os padrões mentais que se resumem em desequilíbrio.
Se tivermos em consideração tal leitura, veremos que até é justo, isto porque, se nos recordássemos de alguns atos passados em que agimos com incorreção para com alguém, e que temos que "limpar", se assim entendermos, de certeza que certas emoções como a raiva, a vingança, o ódio, entre entras, tomariam conta de nós e não seria possível enfrentarmos as situações com emoções positivas, isto é, com amor, perdão, tolerância, amizade, e tantas outras que nos fazem sentir com uma paz interior inexplicável.  
Sei por experiência própria que os padrões mentais estão lá, mas têm que ser trabalhados por forma a que o sofrimento não faça parte da nossa vida. 
Chico Xavier disse - " Embora niguém possa voltar atrás e fazer um novo começa, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim", com Disciplina, Diciplina e Disciplina.
Só realmente o amor incondicional é real. É poderoso. É liberdade.
E está sempre à espreita, basta um clic.